Filme Quincas Berro D’Água, de Sérgio Machado, entra em cartaz nos cinemas

Considerado pela crítica como a melhor obra de Jorge Amado, traduzida para 21 idiomas e mais de três milhões de exemplares vendidos, A Morte e a morte de Quincas Berro D’Água ganha à primeira adaptação para o cinema. Inspirado no livro do escritor baiano, o filme Quincas Berro D’Água, com direção e roteiro de Sérgio Machado, estrou em cartaz nos cinemas de todo o país, nesta sexta-feira (dia 21).

O longa conta a história de Quincas Berro D’Água ‐ pseudônimo do ex‐funcionário público Joaquim Soares da Cunha, interpretado pelo experiente ator Paulo José.  Ele é o líder de uma turma de malandros de Salvador que tem o azar de falecer na madrugada do dia em que completaria 72 anos. Mas, como para esse grupo a morte é apenas um detalhe, Quincas ainda vai aprontar muita coisa antes de morrer pela segunda vez.

O romance é uma crítica azeda aos comportamentos burgueses numa Bahia composta por duas sociedades paralelas e que quase nunca se encontram. No elenco, atores de peso como: Marieta Severo, Mariana Ximenes, Vladmir Brichta, Flávio Bauraqui, Irandhir Santos, Luis Miranda e Frank Menezes, além das participações especiais de Milton Gonçalves, Othon Bastos, Walderez de Barros e Carla Ribas.

Rafael Veloso

Jornalista formado pelo Centro Universitário Estácio da Bahia - Estácio FIB em 2009. É editor do site Rafael Veloso.com.br desde 2003. Atuou em produção de programas de rádio e TV, tem experiência com web jornalismo e há 12 anos trabalha com Assessoria de Comunicação Interna e Externa. E-mail: contato@rafaelveloso.com.br.