Clássicos de Moliére e Pirandello inspiram “Siricotico, uma comédia do balacobaco”

Vista por mais de 20 mil espectadores, o espetáculo Siricotico, uma comédia do balacobaco retorna ao palco do Teatro Isba, no bairro de Ondina, em Salvador, de sexta a domingo, às 20h. Em cena, os atores Lelo Filho, Jarbas Oliver, Nilson Rocha e Alexandre Moreira vivem 20 personagens inspirados nas comédias clássicas do dramaturgo francês Moliére (1622 – 1673) e do italiano Pirandello (1867 – 1936).

A peça, sétima montagem da Cia Baiana de Patifaria, mostra as confusões vividas por uma trupe de teatro na tentativa de estrear um novo espetáculo e reconquistar o sucesso com o público. Siricotico tem direção de Fernanda Paquelet e texto assinado por Vinnicius Morais e Lelo Filho.

Serviço:

O quê: Peça Siricotico, uma comédia do balacobaco

Quando: de sexta a domingo (Até 5 de setembro), às 20h

Onde: Teatro Isba (Av. Oceânica, 2717, Ondina)

Quanto: ingressos inteira a R$ 30 (sextas e domingos) e R$ 40 (aos sábados).

Mais informações: (71) 4009-3689

Rafael Veloso

Jornalista formado pelo Centro Universitário Estácio da Bahia - Estácio FIB em 2009. É editor do site Rafael Veloso.com.br desde 2003. Atuou em produção de programas de rádio e TV, tem experiência com web jornalismo e há 12 anos trabalha com Assessoria de Comunicação Interna e Externa. E-mail: contato@rafaelveloso.com.br.

2 thoughts on “Clássicos de Moliére e Pirandello inspiram “Siricotico, uma comédia do balacobaco”

  • 09/01/2011 em 14:13
    Permalink

    Nesta sexta-feira (07), fui assistir à reestréia da peça “Siricotico – uma comedia do balacobaco”, da Cia Baiana de Patifaria, no Teatro Isba, em Ondina. Boa diversão. As referencias a cultura baiana continuam lá, as criticas a política nacional e aos políticos locais, também. Mas, o destaque mesmo vai para a atuação do quarteto formado por os atores Lelo Filho, Jarbas Oliver, Nilson Rocha e Alexandre Moreira e pelas inúmeras trocas de roupas durante o espetáculo de quase duas horas. Um bom programa!

  • 18/08/2010 em 13:03
    Permalink

    A peça é MUITOOOOOOOOO BOAAAAAAAAAAAA mesmo!
    É de ter um siricutico de tanto rir.
    Parabéns Rafa pelo site.

Fechado para comentários.