Campanha tenta manter circuito de cinema Sala de Arte funcionando em Salvador

Desde o início da pandemia, em março de 2020, quando os cinemas tiveram que ser fechados, o circuito de cinema Sala de Arte, que há 21 anos atua em Salvador, vem enfrentando grandes dificuldades para se manter e corre o sério risco de fechar as portas em definitivo. Neste momento de flexibilização das medidas restritivas de combate a pandemia de Covid-19, os espaços da sala de arte poderiam voltar a funcionar. Para isso foi lançada a campanha Juntos pela Sala de Arte no site Benfeitorias, que busca arrecadar até a próxima terça-feira, dia 10 de agosto, a meta de R$ 300 mil.

O valor arrecadado será usado para pagar os débitos emergenciais que impedem a reabertura do circuito, como aluguel dos espaços, débitos com as distribuidoras de filmes e com os fornecedores. Outros duas metas de R$ 50 mil da campanha devem usados para melhorias nas salas e no sistema de venda de ingressos on-line.

“São 15 meses sem funcionar, o que gerou muitos débitos. Por isso resolvemos fazer essa campanha na plataforma Benfeitoria, que tem como meta arrecadar no total R$ 400 mil. Nosso objetivo é pagar os débitos que inviabilizam o retorno. Vamos organizar esse retorno, observando o mercado claro, e ordenando as cinco salas que temos”, explica o sócio fundador da Sala de Arte, Marcelo Sá.

Atualmente, a Sala de Arte possui quatro espaços com salas de cinema e cafés em diferentes pontos da cidade, como o Cinema do  Museu, no Museu Geológico da Bahia, no Corredor da Vitória; o CineMAM, no Museu de Arte Moderna, no Solar do Unhão; o Cinema da UFBA, no PAC, no Canela; e o Cine Paseo, no Shopping Paseo, no Itaigara. A Sala de Arte, importante equipamento cultural de Salvador, exibe filme nacionais e internacionais, geralmente longas-metragem que estão fora do circuito comercial de cinema.

A campanha Juntos pela Sala de Arte produziu alguns vídeos com o apoio de artistas, cineastas e personalidades, além de depoimentos dos funcionários que tiveram que ser demitidos até que os espaços possam voltar a funcionar. A campanha disponibiliza 24 faixas de apoio com valores que variam de R$ 30 a R$ 8 mil e com recompensas como ingressos para o cinema quando reabrirem, cartazes de filmes, livros sobre a sétima arte, camisas, canecas e baldes de pipoca da campanha, voucher para restaurantes, inserção de publicidade no início das sessões e até obras de arte. “Todo valor, toda a forma de ajuda é bem-vinda”, destaca Marcelo.

Serviço:

O quê: Campanha Juntos pela Sala de Arte

Onde: https://benfeitoria.com/juntospelasaladearte

Quando: até terça-feira, dia 10 de agosto

Rafael Veloso

Jornalista formado pelo Centro Universitário Estácio da Bahia - Estácio FIB em 2009. É editor do site Rafael Veloso.com.br desde 2003. Atuou em produção de programas de TV e rádio, tem experiência com web jornalismo e há 11 anos trabalha com Assessoria de Comunicação Interna e Externa. E-mail: contato@rafaelveloso.com.br.